WORKSHOP: ACTIVAR A SACERDOTIZA e a MUSA NA MULHER (IMBOLC)

22 e 23 Fevereiro Maia

  Cursos criados por Vera Faria Leal

http://www.verafarialeal.com.pt 

Série de WORKSHOPS que integram:  NO CORAÇÃO DA DEUSA© – CURSOS DE INICIAÇÃO À PSICOLOGIA DAS MULHERES E AO SAGRADO FEMININO

Direitos Registados

Em parceria com o Espaço Portal e Filipa Ventura em Águas Santas, Maia. 

Vagas Limitadas

“Houve um tempo na história da Humanidade, em que as sociedades possuíam uma cosmovisão profundamente associada à sacralização da Vida, aos ciclos da Deusa-tríplice donzela, mãe, anciã, da Lua, da mulher, da natureza, da consciência e dos seres vivos. Na grande Mãe Cósmica, mulheres e homens comungavam com o sagrado; as mulheres eram símbolos vivos da Deusa, no seu próprio corpo e sangue, ciclos, sexualidade, gravidez, maternidade. Eram curadoras, conhecedoras de plantas curativas, parteiras do nascimento e da morte, e da Alma, xamãs dos mistérios da visão espiritual. As mulheres eram sacerdotisas, vestais mediadoras entre o sagrado e o humano, celebrantes de rituais que sacralizavam a vida quotidiana das populações, desde o nascimento à morte.

Todas as Mulheres nascem naturalmente sacerdotisas, na sua intuição psico-fisica, no seu intrínseco saber que toda a Vida é sagrada e precisa ser nutrida e amada como tal, nos seus ciclos, ritos e sensações corporais que a conectam com a dança da Vida, na sua capacidade de alimentar a chama espiritual que as liga à Deusa em Si Mesmas. No entanto, a cisão milenar no espírito feminino tem silenciado e distorcido esta característica notável; como consequência, deixámos de confiar na intuição, domesticámos os instintos como se fossem animais da floresta enjaulados, perdemos a sabedoria dos ciclos e esquecemo-nos do poder dos rituais.

Nesta próxima etapa do Curso, vamos avançar com o aprofundamento e a prática de dons fundamentais como a intuição, o Scrying (Visão), a protecção psíquica, a arte de Visualizar Criativamente, a abertura à espontaneidade e à fluidez, abrindo com dança orgânica, os centros energéticos do corpo. Vamos abordar o arquétipo da Musa, que inspira a Mulher a dar à Luz a sua própria Alma e a criação Divina que o seu destino lhe pede que manifeste. A Musa representa a criatividade que destila a Alma através das criações da Mulher; ela é o apelo à espontaneidade, é a semente da inspiração, da sensibilidade e do humor que nos ajudam a tornar a nossa Vida, na obra-prima que é suposto ela SER!

– Activar o SELF –SACERDOTIZA na Mulher: arquétipo de espiritualidade feminina

– Desenvolver o 6º sentido;

– Enraizamento, centragem e Conexão com a Alma;

– Introdução ao trabalho com os sonhos, através dos quais a Alma nos fala;

– Exercícios de protecção psíquica; os corpos energéticos;

– Introdução à Arte de fazer rituais;

– Conhecer e integrar a MUSA em cada Mulher, para aumentar nela criatividade, a Beleza e a expressividade.

– Com a inspiração de e Brigid e Arianhrod  aprendemos a colocar em acção a maravilhosa espiritualidade feminina e o imenso potencial criativo da Mulher!

Inscrições: envie email para filipa.e.ventura@gmail.com

Artigos relacionados: